Que a agricultura é muito importante para o desenvolvimento econômico regional todo mundo concorda, mas ser importante não basta para que o produtor rural tenha os caminhos abertos para comercializar a sua produção. Hoje em dia, com a globalização e a grande concorrência, pequenos produtores rurais estão buscando alternativas que os coloquem em igualdade no mercado consumidor, e uma dessas alternativas está na união de forças.

Chacareiros elegem a primeira mesa diretora e conselheiros fiscais.
Chacareiros elegem a primeira mesa diretora e conselheiros fiscais.

Assim, pensando no fortalecimento de suas atividades e nas conquistas propiciadas pelo associativismo, 40 produtores ru

rais se uniram para criar a Associação dos Produtores Rurais Chacareiros do Município do Vale do Anari. A reunião para formalização da organização social rural foi orientada e coordenada pelos extensionistas da Emater-RO local na última sexta-feira (17), quando foi eleita a primeira mesa diretora e conselheiros fiscais.

Ao atuarem associados, o produtor rural pode ter facilidades para aquisição de máquinas e equipamentos e grandes descontos na compra de insumos, além de conseguir preços mais justos na venda de sua produção. Outra vantagem é que, independentemente do poder aquisitivo ou do tamanho da compra, todos terão o mesmo desconto na compra ou o mesmo valor na hora da venda.

Segundo o extensionista da Emater-RO, André Ferreira Cortês, sete dos associados são participantes do Programa de Aquisição de Alimento (PAA) e cinco do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), programas esses realizados pela parceria entre governos federal e estadual, e executado pela Emater-RO.

A grande maioria dos produtores rurais associados tem sua economia em atividades como: olericultura, café, mandioca e frutíferas. “Nossa meta é trabalhar para a multiplicação da produção de frutas para atender a agroindústria de polpas do município”, explica André.

A agroindústria familiar Mapinguari, de propriedade do produtor rural Erni Santos Lima, trabalha com a produção de polpas, entretanto há demanda de matéria prima na região. Com o incentivo no aumento da produção de frutas, além de garantir o aumento da produção na agroindústria, o produtor rural que trabalhar com frutíferas ter garantida a comercialização da sua produção.

Também será incentivado, através da Associação dos Produtores Rurais Chacareiros do Município do Vale do Anari, a diversificação da produção, em especial, com o cultivo do inhame, uma cultura que está em ascendência no estado e com mercado aberto.

Wania Ressutti
Jornalista – SRTE/DRT/RO-959
Fotos: Esloc de Vale do Anari
EMATER-RO
http://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2017/02/20170303_100349.jpghttp://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2017/02/20170303_100349-150x150.jpgWania RessuttiDestaquesNotíciasUltimas notíciasagricultura familiar,associativismo,produtores ruraisQue a agricultura é muito importante para o desenvolvimento econômico regional todo mundo concorda, mas ser importante não basta para que o produtor rural tenha os caminhos abertos para comercializar a sua produção. Hoje em dia, com a globalização e a grande concorrência, pequenos produtores rurais estão buscando alternativas...Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia