inseminaçao artificial maio 2022 Robson Paiva

Neste mês de maio os zootecnistas comemoram 54 anos do estabelecimento  da profissão no Brasil, regulamentada pela lei 5.550 4 de dezembro 1968, entre as atribuições do zootecnista está o desenvolvimento genético dos rebanhos comerciais através das mais variadas técnicas de cruzamentos entre raças e indivíduos com características melhoradoras, além disso, o zootecnista é o profissional responsável pelo desenvolvimento da nutrição animal. Somente estes dois itens já seriam suficientes para fazer da zootecnia a ciência mais importante para o crescimento produção carne, ovos e outros produtos de origem animal no Brasil e no mundo.

O inseminaçao artificial maio 2022 Robson Paivadesenvolvimento da pecuária em Rondônia coincide com a instalação do serviço executado pela Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia, Emater-RO, que desde os primeiros anos, na década de setenta, trouxe profissionais para o Estado, e deu inicio a programas de introdução e desenvolvimento dos rebanhos, em especial do gado bovino, cultura agropecuária de maior importância econômica para o estado.

O trabalho coordenado por profissionais zootecnistas e com a contribuição de outros profissionais das ciências agrarias possibilitou o estado de Rondônia  alcançar números extraordinários, como 16 milhões de cabeças de gado bovino, o primeiro lugar em produção leiteira, na região norte do país, e os status de estado exportador de carne e livre da aftosa sem vacinação.

É inegável a contribuição dos programas públicos de incentivo a produção animal, tanto no que se refere ao tamanho do rebanho quanto no perfil produtivo. O rebanho de corte teve seu crescimento apoiado nos programas e projetos de crédito rural, e de manejo planejados e executados pelo governo do estado, bancos oficiais e Emater-RO.
Mais recentemente o rebanho leiteiro se desenvolveu possibilitando a criação no estado de um parque industrial no setor de laticínios. No caso especifico do rebanho leiteiro foi fundamental a contribuição dos profissionais zootecnistas e veterinários na elaboração do programa  inseminar que facilitou a mudança no perfil do gado leiteiro,  que mais que  dobrou a media de produção leiteira por vaca dia, através da introdução inseminação artificial e mudanças na alimentação e nutrição dos animais.

Em vez de festa no dia do zootecnista o que se encontrou em Porto Velho, na área rural,  foi um curso de inseminação artificial ministrado por técnicos do escritório local da Emater-RO, para produtores rurais e estudantes da capital. Foi assim com a mão na massa que o zootecnista José Renato do escritório local da Emater-RO em Porto Velho recebeu as felicitações pelo dia dedicado a sua profissão.

Texto: Enoque de Oliveira
Fotos: Robson Paiva
EMATER-RO

http://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2022/05/20220517-img_3659-1024x683.jpghttp://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2022/05/20220517-img_3659-150x150.jpgAssessoria de Comunicação EMATERDestaquesNotíciasPecuária de LeiteUltimas notíciaspecuaria de leiteNeste mês de maio os zootecnistas comemoram 54 anos do estabelecimento  da profissão no Brasil, regulamentada pela lei 5.550 4 de dezembro 1968, entre as atribuições do zootecnista está o desenvolvimento genético dos rebanhos comerciais através das mais variadas técnicas de cruzamentos entre raças e indivíduos com características melhoradoras,...Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia