A expectativa é incorporar mais 200 mil saca de café beneficiadas à produção cafeeira de Rondônia.
A expectativa é incorporar mais 200 mil saca de café beneficiado à produção cafeeira de Rondônia.

A Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater-RO), deram início, no município de Alto Alegre dos Parecis, à primeira etapa da entrega de mudas de café clonal do projeto Plante Mais. O Projeto idealizado pelo governo do Estado para incentivar a produção cafeeira em Rondônia  prevê a distribuição, somente neste ano agrícola, de cinco milhões e 300 mil mudas de café clonal aos cafeicultores rondonienses.

O projeto Plante Mais tem recursos da fonte 100 do orçamento do estadual que financiou três milhões de mudas. Com recursos de emendas dos parlamentares, sugeridas pelos deputados estaduais, foram produzidas mais um milhão e trezentas mil mudas e, para completar a conta foram adquiridas mais um milhão de mudas com recursos federais provenientes do Fundo de Recuperação Ambiental, composto com recursos da recuperação de ativos financeiros realizados pela Operação Lava Jato.

Distribuição de cinco milhões e 300 mil mudas de café clonal aos cafeicultores rondonienses.
Distribuição de cinco milhões e 300 mil mudas de café clonal aos cafeicultores rondonienses.

Além das mudas de café o projeto também coloca a disposição dos agricultores familiares, 600 mil mudas clonais de cacau. Para viabilizar esse projeto de tamanha proporção trabalham conjuntamente as três principais instituições agrárias do estado: Seagri, Emater-RO e Agência de Vigilância Sanitária Agrosilvopatoril (Idaron), que cadastrou e credenciou 80 viveiros nas principais regiões produtoras de café e cacau de Rondônia.

Os agricultores inscritos como beneficiários do projeto irão receber mudas fiscalizadas e certificadas como isentas de nematóides de galhas, e das pragas e doenças mais comuns na região.

Também foi disponibilizado aos agricultores familiares o Programa Mais Calcário que, segundo o secretário de estado da Agricultura, Evandro Padovani, “já foram entregues 38 mil toneladas de calcário este ano, e até dezembro completa a entrega 50 mil toneladas.”

Rondônia já é destaque nacional, graças ao empenho das equipes técnicas da secretaria de agricultura e da  Emater-RO. “Nós temos o terceiro melhor cacau do Brasil”,   disse Luciano Brandão, se referindo à premiação alcançada pelo produtor Mauro Celso Tauffer do município de Buritis, no concurso nacional de qualidade do cacau, realizado este ano na Bahia.

A expectativa das autoridades e produtores é que daqui a dois anos seja incorporada à produção cafeeira de Rondônia, mais 200 mil saca de café beneficiado, confirmando-se a expectativa e conservando-se os preços atuais (R$700,00) pela saca de café robusta no mercado, ter-se-á uma injeção de 140 milhões de reais na economia local, como resultado direto do investimento nestas mudas de café.

Texto: Enoque Gonçalves de Oliveira
Jornalista – MTE-913/RO
Fotos: Irene Mendes
Repórter fotográfica – MTE-368/RO
EMATER-RO
http://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2021/11/20211130-plate-mais-alto-alegre-parecis-26nov2021_002-irene-mendes-1024x644.jpghttp://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2021/11/20211130-plate-mais-alto-alegre-parecis-26nov2021_002-irene-mendes-150x150.jpgWania RessuttiDestaquesNotíciasUltimas notíciascafé,extensão rural,Plante MaisA Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater-RO), deram início, no município de Alto Alegre dos Parecis, à primeira etapa da entrega de mudas de café clonal do projeto Plante Mais. O Projeto idealizado pelo governo do...Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia