O transporte é custeado pelo Programa Proleite, garantindo que o calcário chegue até o município.
O transporte é custeado pelo Programa Proleite, garantindo que o calcário chegue até o município.

“Nova Mamoré nunca recebeu tanto calcário”, exclama admirado Ednaldo França, gerente do escritório da Emater-RO local, ao receber as primeiras 350 toneladas de calcário descarregadas nesta terça-feira (04/08) no município. Outras 210 toneladas já estão a caminho e o restante, perfazendo 1295 toneladas, deverão ser empenhadas em breve para futura entrega.

O Programa Mais Calcário é um incentivo do governo estadual para que produtores rurais da agricultura familiar pudessem adquirir o produto com um preço mais acessível. Entretanto, apesar da viabilidade do preço para aquisição do produto, o transporte o encarecia, dificultando a compra por pequenos agricultores. Mediante essa dificuldade, o governo estadual, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), viabilizou o transporte gratuito para esses produtores.

O transporte é custeado pelo Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira (Proleite), garantindo que o calcário chegue até o município. Já descarregado, através de uma parceria firmada entre o governo estadual e algumas prefeituras locais, o produto é transportado até a propriedade rural. Com essa proposta o governo visa fortalecer a produção agropecuária leiteira ao mesmo tempo em que contribui com a melhoria da qualidade de vida da agricultura familiar que terá mais condições para aumentar a sua produção e a renda da família.

INCENTIVO ECONÔMICO
Nova Mamoré é uma cidade que surgiu no início do século XX, com a construção da estrada de ferro Madeira Mamoré. Hoje, com pouco mais de 30 mil habitantes, busca incrementar sua economia no desenvolvimento da agricultura, com forte potencialidade para a pecuária leiteira.

Segundo dados levantados pela Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) durante a 47ª campanha de vacinação contra a febre aftosa, o município conta com 1.166 propriedade rurais que trabalham com pecuária leiteira. Atualmente existem pouco mais de 19 mil vacas em lactação com produtividade de 4,9 litros de leite/vaca, garantindo uma produção de aproximadamente 90 mil litros de leite/dia.

Ao transportar o calcário o governo oferece condições ao produtor rural para corrigir a acidez de seu solo em pastagens e recuperar áreas degeneradas, garantindo assim, a sua produção com qualidade e competitividade no mercado produtivo. Cada produtor pode adquirir até 35 toneladas de calcário que serão transportadas gratuitamente até o seu município. Em Nova Mamoré 37 produtores rurais receberão um total de 1295 toneladas de calcário.

Texto: Wania Ressutti
Jornalista – MTE-1744/RO
Fotos: Esloc Nova Mamoré
EMATER-RO

Leia mais:
Mais 70 toneladas de calcário são entregues a produtores de Vilhena

Governo atende produtores de leite de Alvorada do Oeste com transporte de calcário

Produtores de Pimenteiras do Oeste são beneficiados com o transporte gratuito de calcário

Calcário é transportado gratuitamente com recursos do Proleite para os municípios de Rondônia

http://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2020/08/Entrega-de-calcario-Nova-Mamore_005-04ago2020-EMATER-RO.jpghttp://www.emater.ro.gov.br/ematerro/wp-content/uploads/2020/08/Entrega-de-calcario-Nova-Mamore_005-04ago2020-EMATER-RO-150x150.jpgWania RessuttiDestaquesNotíciasUltimas notíciascalcário,Mais Calcário,pastagem,pecuária leiteira,Proleite“Nova Mamoré nunca recebeu tanto calcário”, exclama admirado Ednaldo França, gerente do escritório da Emater-RO local, ao receber as primeiras 350 toneladas de calcário descarregadas nesta terça-feira (04/08) no município. Outras 210 toneladas já estão a caminho e o restante, perfazendo 1295 toneladas, deverão ser empenhadas em breve para...Entidade Autáquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia